LCA

LCA: O que é, como Investir e como funciona

lca investimento

Quem tem um dinheiro sobrando sabe que não basta mais guardá-lo sob o colchão. O dinheiro parado é sinônimo de prejuízo em longo prazo, já que desvaloriza com a inflação. A opção mais difundida é colocar os valores na poupança, mas esse investimento, antes tão alardeado, tornou-se uma opção não tão atraente, já que é uma forma apenas não perder dinheiro.

Já que o excedente existe, por que não colocá-lo para trabalhar para você, gerando renda acima da inflação e se transformando naquele tão desejado lucro? Uma boa opção nos dias de hoje é a LCA.

Esse investimento, bastante seguro e garantido pelo governo, consegue rendimentos até 75% maiores do que os da caderneta de poupança. Isso significa que investidores estão perdendo a chance de quase dobrar os seus lucros.

O que é a LCA

Antes de sair colocando todo o seu dinheiro em LCA, é importante saber o que é isso. O acrônimo que significa “Letras de Créditos do Agronegócio” refere-se à títulos emitidos por bancos referentes a empréstimos concedidos ao setor de agronegócio. Criados pelo governo, esses títulos têm por objetivo, fornecer uma quantidade maior de recursos ao financiamento agropecuário.

A garantia de retorno é dada em virtude da estabilidade proporcionada pelo agronegócio em geral. O banco empresta dinheiro ao produtor e este paga à instituição financeira após a colheita, abate ou semelhante com juros. Parte desses juros fica com o banco por administrar o empreendimento e parte segue para os investidores.

O governo federal e seu interesse em manter o processo funcionando é outra garantia de estabilidade e baixíssimo risco para o investidor.

Como funcionam as Letras de Créditos do Agronegócio

A rentabilidade da LCA depende da opção escolhida: prefixada ou pós-fixada. No caso da primeira, os juros são preestabelecidos no momento da aquisição e será assim até o final do período. Já no caso da pós-fixada, os juros costumam variar em decorrência de um percentual da CDI (Certificado de Depósito Interbancário) que, por sua vez, está indexada à taxa básica de juros, a SELIC.

Optar por uma ou por outra vai do perfil do investidor, já que ambas são bastante seguras, principalmente para pequenos e médios investidores, uma vez que o governo garante ressarcimento de até 250 mil reais em caso de quebra da instituição.

Outra grande vantagem da LCALetras de Créditos do Agronegócio – é que não se incide imposto de renda sobre ela, o que significa um lucro líquido maior para o investidor. Outra opção de investimento sem a cobrança de IR, é a LCI. Veja nosso artigo e saiba com investir em LCI.

Aproveite e faça uma simulação de LCI para seu investimento.

Como investir em LCA

O primeiro passo para o investidor é escolher uma instituição para fazer o investimento. A maioria dos bancos oferece a aplicação, mas a atrela a abertura de uma conta corrente. Se você já concentra seus negócios em um banco, pode ser uma ótima opção, já que é comum haver descontos na tarifa mensal quando se investe. Sua conta corrente pode sair de graça.

O segundo passo é escolher entre LCA prefixada ou pós-fixada. A primeira opção, além de mais difícil de encontrar, exige que o investidor esteja bem informado ou bem assessorado. Isso porque é preciso prever o comportamento de baixa dos juros para que a aplicação renda lucros melhores.

É por isso que investidores de menor porte costumam aderir ao plano de LCA pós-fixada, mais previsível, e acompanha o comportamento do mercado.

Em ambos os casos, é preciso ficar atento ao tempo em que o dinheiro ficará investido. Como não há lucratividade diária, não existe a possibilidade de retirar o dinheiro antes do prazo estipulado. É por isso que, quanto maior o prazo, melhor serão os rendimentos oferecidos pelas instituições financeiras.

Os únicos riscos em torno do LCA são externos ao investimento. O primeiro diz respeito à quebra da instituição financeira. Esse temor assombrou o mercado após alguns bancos quebrarem, deixando investidores a ver navios. Por isso, o governo endossa quem investir até 250 mil reais em uma instituição.

Uma solução simples para quem pretende fazer investimentos maiores, é colocar um pouco em cada uma, nunca ultrapassando o teto de 250 mil reais.

O outro risco diz respeito ao próprio investidor. Caso haja uma emergência e ele precise de dinheiro, não poderá recorrer a LCA como em outros investimentos. Por isso, recomenda-se que sejam aplicados apenas recursos que o investidor tenha certeza não serão necessários em um futuro próximo.

Leave a Reply

Comodo SSL